23 abril 2014

Top Fulget- Receita por Ildete Almeida para Novelândia-EXCLUSIVA





Top Fulget© By Ildete Almeida para Novelândia
                                                          Todos os direitos reservados



O Fulget, ou granito lavado, é o resultado da combinação de cimento, aditivos e granulados de pedras naturais. É excelente para áreas externas por sua textura áspera e antiderrapante e pode também ser usado em fachadas ou em pisos internos.



Existem dois tipos de fulget: o tradicional, que leva somente ligantes (cimento e cal) e granulados (mármores, granitos, arenitos, quartzos) moídos em tamanhos uniformes; e o natural, que além desses elementos, soma resinas acrílicas que facilitam a aderência a superfícies verticais.
Esse último tipo, tem a mesma aparência do fio Fênix da Purafibra na cor 301097
E o fio ainda tem um leve toque cintilante, o que garante peças de efeito único.

Para esse tamanho, que corresponde ao tam. 42, foram gastos 3 novelos.
Após uma amostra prévia, ajuste suas medidas ao número de pontos e adquira mais fio se for o caso.
http://www.novelandia.com.br/app/sc/gui/Produto.aspx?cnt=801_1_866_1&html=produto&prod=322197&tit=Fio+F%C3%AAnix+100g-+Purafibra+-+Armarinho+online+-+Promo%C3%A7%C3%B5es+OfertasO top foi construído em um ponto múltiplo de 10+1, o que permite variações de pontos ajurados. 
Com cavas frontais em um número reduzido de pontos a fim de não mostrar a lingerie.
Um decote nadador foi embutido nos pontos centrais das costas também com pouca redução nas laterais.
Para fazer um igual, use agulhas circulares número 7 se o seu ponto for apertado e número 6 se o seu ponto for folgado. Usei a de 80 cm, medida que deve ser ajustada ao tecer peças maiores ou menores para um maior conforto na hora de tecer.
Use também marcadores para separar a frente das costas.


Top Fulget© By Ildete Almeida para Novelândia
                                                      Todos os direitos reservados


Por ser uma peça tubular acrescentei 2 pontos nas laterais para deixar bem definido a separação da frente e das costas. Ficou como se fosse uma costura invisível, mas o truque é separar a sequência de pontos e facilitar sua vida na hora de tecer. Chamo essa técnica de FRONTEIRA.
Foram montados 122 pontos
Então, para esse tamanho a divisão de pontos ficou assim:
Marcador, 60 + 1, marcador,  1 + 60. 60 é múltiplo de 10. 
O nosso ponto é múltiplo de 10 + 1.
Mais 1 ponto de fronteira para cada lado.
No caso de uma variação de tamanhos, eis o exemplo:
Marcador, 80 + 1, marcador, 1 + 80.
Perceba então, que nas laterais o resultado é dois pontos: 
O ponto adicional de fronteira e o da contagem normal.
Após 3 cordões de tricô, insira o marcador bem nomeio desses dois pontos.
O ponto usado é um chevron de textura. Aumentos e diminuições intercalados por 3 carreiras em ponto tricô 
Amostra em 33 pontos:
Após 3 cordões de de tricô, divida os pontos da seguinte maneira:



Parte 1:
1ª carreira:1 ponto em tricô, 1 ponto em meia, *1 laçada, 1 ponto em meia, uma laçada, 3 pontos em meia, 3 pontos juntos em meia, 3 pontos em meia*; Repetir de *a*; 1 ponto em meia, 1 ponto em tricô.
2ª carreira e todas as pares: Em agulhas retas, teça em tricô, em agulhas circulares, teça essas carreiras em meia, mesmo sabendo que elas correspondem às carreiras do avesso.
Repita a sequencia por mais 2 vezes.
Parte 2: 
Em  caso de usar agulhas retas, teça 1 carreira em ponto tricô, 1 carreira em ponto meia (avesso), 1 carreira em ponto tricô.
Em caso de usar agulhas circulares, teça 3 carreiras em ponto tricô.
Alterne as duas partes para obter o resultado acima.



Após repetir o ponto para 7 motivos, ou a altura desejada, separe as fronteiras, reserve metade dos pontos (61 pontos para cada lado) em outra agulha circular ou em alfinetões para tricô, e na outra metade dos pontos reduza para cava frontal da seguinte forma:
5 pontos em ponto arroz, 3 pontos juntos em meia, 3 pontos em meia, laçada, continuar na sequencia normal dos pontos até antes dos últimos pontos da carreira, então espelhar essa redução: 1 laçada, 3 pontos em meia, 3 pontos juntos em meia, 5 pontos em ponto arroz.
Cultivar os 5 pontos em ponto arroz de cada lado, nas carreiras que correspondem ao avesso. Reduzir para as cavas a até a sequência seguinte de aumentos e diminuições, que formam o desenho do ponto.
Então é hora da parte central do decote.  Arremate os 16 pontos centrais e faça cada lado do decote separadamente reduzindo 2 pontos a cada carreira apenas do lado interno do decote. Quando restar apenas 1 ponto, este lado do decote estará formado, então repita a operação reduzindo do outro lado. Perceba que você manteve a borda da cava em ponto arroz na cava. 



Decote das costas:
A borda da cava das costas conta com 17 pontos de cada lado do trabalho tecidos em ponto arroz. Os pontos do desenho são  reduzidos após e antes dos 17 pontos da borda da cava, com uma diminuição simples á direita e um diminuição simples à esquerda respectivamente entre a cava e o desenho do ponto. Proceda assim  até  restarem 7 pontos entre as cavas. Após a carreira do avesso e apenas nas carreiras do direito, aumente com laçadas aparentes até obter 15 pontos entre as cavas. Sem arrematar,  transfira esses 49 pontos que restaram da parte de trás em uma agulha circular número 4,5 de 40 cm ( que é de tamanho adequado para se tecer golas)  levante pontos  no decote arrematado da frente
 Observação: Contei 56 pontos levantados em meu decote, mas isso não é uma regra, devido a possibilidade de mudanças no tamanho da receita. Apenas fique atento(a) para que essa quantidade de pontos de gola, não ultrapasse 120 pontos e sendo essa a conta é mais apropriado tecer a gola com uma agulha fina, como por exemplo, número 3.).  
Teça 8 cm em ponto barra 2/2. Teça mais 10 carreiras em ponto meia e arremate.


Top Fulget© By Ildete Almeida para Novelândia
                                                         Todos os direitos reservados

Esconda a pontas dos fios. Esse fio permite cauterização, use um isqueiro se desejar.
Observe o resultado das costas



Existe uma variedade de pontos ajurados com a mesma quantidade de pontos múltipla de 10+1.
Teça amostras e varie o tecido e tamanho.
Sugestões: 



Top Fulget© By Ildete Almeida para Novelândia
Todos os direitos reservados




Com o mesmo cálculo, existem muitos outros, teste com amostras e escolha o que mais lhe agradar.
Se gostou, curta, comente e compartilhe.


COMPRE JÁ O MATERIAL PARA ESTE LINDO TOP CLICANDO ABAIXO:
http://www.novelandia.com.br/app/sc/gui/Produto.aspx?cnt=801_1_866_1&html=produto&prod=322197&tit=Fio+F%C3%AAnix+100g-+Purafibra+-+Armarinho+online+-+Promo%C3%A7%C3%B5es+Ofertas


7 comentários:

  1. É um fio encorpado, você não cansa e o trabalho cresce bem rapidinho. Gostei muito.

    ResponderExcluir
  2. Lindo seu trabalho parabéns

    ResponderExcluir
  3. Olá, gostei imenso da blusa, estou a tentar fazer, mas creio que haverá algum erro na receita, pois não me está a bater certo, creio que logo no início, antes do * não devia levar a meia! para a contagem que indicou dar certo! e depois do * indica 1 laçada, 1 meia, 1 laçada, também não dá certo na primeira vez que se faz o motivo. Se pudesse verificar e ajudar-me, agradecia muito.
    Bjos doces

    ResponderExcluir
  4. Lurdes Vieira, já esbocei sua resposta. Mas para ter mais certeza ainda e lhe responder em definitivo bem explicadinho, vou repetir a montagem dos pontos em outra peça. Por gentileza, aguarde só mais um pouquinho. Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. amei este blog, não sei fazer tricô muito bem só o basico mas agora vou aprender e tenho certeza vou conseguir, porque é tudo bem explicadinho ,muito obrigada ,bjos bjos

    ResponderExcluir
  6. Olá lindo blog amei já estou seguindo convido voces a seguirem e conhecerem meu blog beijos

    ResponderExcluir
  7. onde vc dá aula?caso queira me manda a resposta para o meu e-mail:geneceuda@yahoo.com.br.Obrigada

    ResponderExcluir